Posts com tag “London Fashion Week

London Fashion Week no nosso Bureaudetendencias.com.br

Para aqueles que tem preguiça de fazer o download dos aquivos (rs), simplesmente copiei e colei as informações nesse post. Mas se você quiser o arquivo original, basta clicar aqui para baixar no seu computador.

 

20120223-210712.jpg

20120223-210734.jpg

20120223-210746.jpg

20120223-210805.jpg

20120223-210821.jpg

20120223-210829.jpg

20120223-210900.jpg

20120223-210915.jpg

20120223-210926.jpg

20120223-210937.jpg

20120223-210946.jpg

20120223-210954.jpg


A moda que não está no Style.com

Não acredito que o mais valioso da criação na moda está nos grandes portais de moda, como o Style.com, e das grandes revistas. Concordo que ali está a informação que influencia o mundo inteiro e determina todo o caminho comercial do que veremos nas próximas estações. Valorizo a informação de moda massificada, dissipada para os quatro cantos do mundo, mas busco a minha própria construção de informação. Quero conhecer pessoas, entender o que elas propõe para a sociedade e de que maneira enfrentam sua realidade para atingir seus sonhos e ideais. Saio sempre mais rica das entrevistas, são experiências pessoais que vou levar para sempre comigo, na minha bagagem. Infelizmente a mensagem passada pelo olhar não há como ser transmitida por um texto ou mesmo em vídeo, porque essas conexões são estabelecidas entre pessoas e esse foi o tema principal que pautou essa última viagem que fiz. Não foi a pauta que determinei, até mesmo porque fui aberta para conhecer, ouvir e absover a mensagem que cada um gostaria de passar, mas todos citaram nas conversas a importância nas relações pessoais. As conversas fluiram, como se eu conhecesse todos há muito tempo, sem cerimonias ou mesmo barreiras que uma câmera algumas vezes impõe. Eles foram abertos, transparentes e contaram sobre sua vida, visões e desejos.

Fui ouvinte, me preparei para isso. Acredito que o conhecimento aliado à curiosidade é uma ótima formula para conduzir uma boa entrevista e foi assim que agi, sem pretensões, apenas direcionei como uma ouvinte curiosa. O resultado final me surpreendeu, tenho certeza de que irão gostar.

Minha seleção aconteceu com muita pesquisa, procurei por jovens profissionais, que estão buscando seu espaço na moda com boas coleções. Priorizei aqueles que possuem colaborações e já tem visibilidade, porém não estão estabelecidos como uma grande marca. Quis entender como esse processo acontece em países como Holanda e Republica Tcheca, que fogem do eixo França – Itália – Inglaterra. Queria traçar um comparativo com a realidade brasileira, ver a dimensão das nossas dificuldades.

Em Praga conversei com Pavel Brejcha, 35 anos, um estilista com histórico de dar inveja porque já passou um ano na Balenciaga e oito meses com Jean- Charles de Castelbajac. Depois megulhou no processo oposto das maisons, atuou como designer de sapatos na Zara. Pavel é uma pessoa profunda, marcada pelo comunismo, que o fez crescer em um vilarejo próximo à Praga. O contexto histórico/ social reflete nas escolhas e no processo criativo, a bagagem é densa e nos faz refletir nas reclamações que vemos aqui no Brasil e não são nada perto do que um estilista em Praga vivencia.

A caminho da casa de Pavel, em Praga.

Pavel é uma mistura de timidez com força. Pelo olhar mostra o coração enorme que possue e o talento criativo absurdo que está tornando um dos nomes mais importantes do seu país.

Em Amsterdam, Nick Rosenboon foi um dos estilistas selecionados para os nossos Docs. Quando chegamos em sua casa estava tudo pronto para nos receber, havia separado todo o material que mostrava seu processo criativo. Nick estava nervoso para gravar, mas em segundos a tensão passou e contou tudo que planeja para sua carreira. Ele, graduado no Fashion Institute Arnhem, já passou por grandes marcas como a Just Cavalli e percebeu que busca seu próprio caminho. Largou a experiência e agora segue com suas criações. A qualidade das peças produzidas são de fazer inveja para as melhores marcas brasileiras, os sapatos também são bem desenvolvidos, fruto de estudo de design. (Tudo isso vocês verão nos Docs.)

Nick também abriu as portas do seu apartamento antigo e lindo, localizado na parte mais moderna de Amsterdam. Com intimidade, fez com que nos sentíssemos em casa, apresentou seu companheiro e contou toda a saga para encontrar um apartamento tão amplo como o dele na cidade. A entrevista tomou uma manhã inteira, deveria ser uma hora, mas foi agradável demais.

Ainda em Amsterdam conhecemos Janneke Verhoeven, que aos 25 anos está com grandes colaborações, como ShowStudio de Nick Knight, onde assinou o figurino de uma vídeo veiculado no portal Nowness (do grupo LVMH). Uma típica garota holandesa, que chegou a sonhar em trabalhar com alguma das marcas japonesas (já participou da semana de moda de Tóquio como convidada especial), mas desistiu quando percebeu que ama demais o Dutch lifestyle para largar tudo e mudar de país. Mas essa desistência não muda a característica de sua criação, que lembra muito as marcas japonesas.

Janneke é calma e atenciosa, despretensiosa (característica de todos que entrevistei) mostra que vive a fase da experimentação do seu trabalho. Falou muito sobre a importância de conviver com artitas, pessoas criativas que a façam respirar esse universo no seu cotidiano, por isso adora o fato de dividir apartamento com um casal, sua melhor amiga e o namorado, que é um talentoso pintor. O apartamento dos três transpira criação, em cada cantinho tem um detalhe e um objeto que instiga e nos faz parar para olhar com atenção. Fotografamos tudo para postar no site da Catarina, na seção Jet Set, ainda essa semana.

Em Paris, entrevistamos muitos designers, dos mais diferentes lugares do mundo. Todos com lançamentos de muito peso. A foto abaixo mostra o Léo filmando a coleção de Malene Oddershede Bach, que vem de Copenhague, mas desfilou na última semana de moda de Londres. Era uma das estilistas presentes no Vaux Hall Fashion Scout, que reúne em um showroom 16 marcas. Foi lá ainda que entrevistamos a Andreia Chaves, nossa brasileira linda que está se destacando com seus sapatos jóias. Vcs acreditam que a Andreia foi a única que ficou sem foto? Fizemos o Doc e as fotos acabaram passando, já que ela estava super solicitada. Mas no Doc vocês poderão conhecer toda a trajetória dela e  o plano para a carreira.

Foram vinte dias de pesquisa e imersão na criação que vai além da passarela. Mais de 400 GB de material bruto e reflexões que me acompanharão por muito tempo. Vejo as inúmeras possibilidades que temos no Brasil, com uma nação que tem sede de novidades e está aberta à criação. Uma economia cada vez mais forte e uma infinidade de projetos e concursos e abrem as portas para os novos criadores. Vamos reclamar de quê? Agora, quando eu ouvir um estudante de moda reclamando de falta de oportunidade, vou sugerir que more em Praga por um tempo para conhecer a verdadeira dificuldade de lidar com a herança do comunismo.  Nós temos tudo nas mãos para seguirmos em frente e fortalecer o DNA brasileiro na moda, mas talvez esse seja o maior problema. Quanto temos tudo ao nosso favor, não valorizamos as oportunidades como deveríamos.

Se você também que ir além da informação massificada, acompanhe os Docs que serão postados no nosso site da Catarina, que está com novo formato e layout (lindo!). Nós iremos adorar compartilhar essa informação com os nossos leitores. <3


Uma volta pela London Fashion Week

 

 

 

 

 

 

 

 


Burberry em 3D para todosssss

A era digital chegou de vez nas semanas de moda. A London Fashion Week vai inovar e trazer na próxima semana todos os desfiles com transmissão online, em tempo real. Bom, hein? Pelo menos assim sofro um pouco menos por não estar lá nessa temporada.rs

Mas o interessante é a inovação que a Burberry deve apresentar no seu desfile. Pela primeira vez uma coleção poderá ser vista no mundo todo com transmissão 3D. Gente, isso não é o máximo? Poder ver o tecido, as cores e as texturas como se estivesse lá. Amei. O diretor criativo Christopher Bailey disse que isso vai permitir que os olhos se voltem para Londres e através da energia do evento e da atmosfera todo mundo poderá estar realmente junto. Juro que fico emocionada com essas coisas, achei incrível a idéia e acredito que esse é o papel da tecnologia na moda mesmo, aproximar as pessoas, fazer com que tudo fique ainda mais mágico e acessível a todos.


Um post de passagem

Gente, tem tanta informação na minha cabeça, que eu adoraria ter tempo todos os dias para postar aqui no blog as novidades. Chego no hotel muito tarde e cansada dos dias longos que tenho tido, mas com a diferença de 5 horas no fuso, ainda dá tempo para entrar no skype e trabalhar lá na redação.rs

Sim, não tem como ficar um mês fora da empresa sem manter o contato diário. Chego a trabalhar com eles por quatro horas, só depois vou dormir, normalmente 3 da manhã aqui.

Já se passaram duas semanas desde o inicio da viagem e nesse processo já colhi muito material de pesquisa, já foram duas semanas de moda e uma sequencia de palestras e eventos de tendências de comportamento e consumo.  Esse material todo será desmembrado em vários aspectos: Cobertura para a próxima edição da revista (super especial, pq será a edição de 4 anos da Catarina), material para nosso programa de TV, mini- matérias para web e, o principal, pesquisa de consumo e comportamento para o desenvolvimento da comunicação dos nossos clientes. Muita coisa, concorda? Uma coisa ligada a outra, mas uma chuva de informações valiosas que é importante ter cuidado para conseguir absorver tudo.

Vou pular a primeira semana em Paris (porque ainda irei voltar pra lá na próxima terca-feira) para Londres, que me deixa impressionada como a cidade sempre abre o nosso olhar para coisas novas e diferentes. A London Fashion Week, muito bem organizada, mostra a moda mais criativa e não só na passarela, mas quem passa por lá. Todas a nova geração de ícones de moda como Olivia Palermo e Alexa Chung transitam entre os desfiles chamando mais atenção, muitas vezes, do que está sendo apresentado na passarela. É uma moda efervescente, que me faz sempre lembrar o que desperta minha paixão por ela. Londres é ainda meu paraíso de compras, tive que “reservar” uma tarde para aproveitar tudo que a cidade oferece. Pena porque é pouco tempo para tudo que gostaria de comprar, mas o meu bolso agradece essa falta de tempo.rs

Depois de Londres direto para Milão,minha primeira vez na semana de moda italiana. É um choque cultural de moda, porque sai a criatividade contemporânea e entra a tradição e forca das marcas. Não é muito fácil conseguir o credenciamento oficial do evento, rola um tramite chato, mas conseguimos novamente por ter a Catarina distribuída internacionalmente. Com credencial na mã, é impressionte o volume de convites que chega para os eventos: desfiles, festas, exposições, inaugurações… Diferente de Londres, que o credenciamento (tb difícil de conseguir) não faz essa diferença toda, o que importa é o contato com as marcas.

Em Milão vi muitos desfiles ruins, uma moda meio decadente. Fui porque queria conhecer outros nomes além das marcas mais famosas italianas, acho importante sair sempre do padrão em busca de coisas diferentes e novas. Mas em Milão isso não funcionou não, o que vale está no desfile da Prada, Blumarine, Armani, Versace…

Grande parte dessas marcas desfila duas vezes, uma apenas para compradores e outra para imprensa. Fiquei curiosa e resolvi ir cobrir o look dos “buyers” no desfile do Armani, boa parte asiáticos. Confesso que me diverti horrores fazendo isso, nem tinha muita gente fazendo isso, mas os principais blogs como Garance Dore, The Sartorialist, Café Mode… estavam todos lá.  Depois disso, entramos todos no desfile. O que não tinha convite e gostaria de ter visto foi Pucci, que aconteceu ontem e nem a credencial liberou a entrada. Até cheguei a solicitar para assessoria, mas já estava em cima da hora (acho que solicitei dois dias antes). Impossível conseguir em cima da hora. Fora ele, tudo ok. =)

Bem, hoje saímos de Milão e viemos passar dois dias em Roma antes do inicio da semana de moda francesa. Dois diazinho de folga para fazer um pouco de turismo no meio de tanto trabalho.

beijos e ótima semana para todos

IMG_9224


TOPSHOP Unique – Londres

 

20090918_175559

 

20090918_180211

20090918_183943

 

20090918_18592520090918_183958


London Fashion Week

lfw

 

Gosto do clima autoral e moderno da semana de moda britanica. Menos (bem menos) formal que Paris, traz sempre boas novas ideias para a temporada. Os horarios entre os desfiles batem e muitas vezes o coracao se divide em dois na hora de decidir onde ir. Na minha opiniao, a paritir de amanha desfilam os nomes mais interessantes, vou tentar pegar pelo menos quatro desfiles ao longo do dia. Alem de produzir algumas materias com os designers que estao expondo na Somerset House, onde o evento acontece. (desculpas pela ausencia de acentos, culpa do teclado)

 

frente

 

 

 

londonf

 

girls

 O preto ainda domina as ruas, mas pelo que vi na Premiere Vision e nas lojas em Paris e aqui, logo isso vai mudar.

 

facehunter

 Yvan (camisa vermelha), autor do Face Hunter. Agora ele esta com um blog com seu proprio nome, ja viram?

susie

 Susie presente como sempre.

 

salto

 

Mesmo sendo uma  high heels addict assumida, so penso em quanto elas sofrem com esses saltos enormes nesse chao pessimo para andar.

Em cobertura de semana de moda eu ainda voto nas sapatilhas.


Mais uma cobertura internacional da Catarina

No próximo sábado embarco para Europa e fico um mês por lá. Dêem uma olhadinha no roteiro, assim poderão me ajudar com sugestões de pautas que posso trabalhar pelas cidades que vou passar:

 

12 a 18 de set – Paris: Première Vision + bureaux Promostyl + Nelly Rodi

18 a 22 de set – Londres: London Fashion Week + entrevistas novos talentos + WGSN +Nineteen74

22 a 27 de set – Milão: Milan Fashion Week

27 a 29 de set – Roma: Dois dias de férias merecidos. Sem compromisso com pautas.

29 a 08 de out – Paris (de novo): Semana de moda Francesa + showroons + Lançamentos off calendário oficial

 

 

Gente, podem enviar as sugestões para meu email, ok? Não precisa ser só de moda não, vale música, arte, curiosidades… Anotem aí: patirl@revistacatarina.com.br

 

 

Nas últimas temporadas a cobertura aconteceu de maneira diferente, porque nós (eu +Bia) produzíamos todo o material em função do nosso programa de TV, o que permitia ter tempo para chegar com todo o material bruto no Brasil para só então editar as matérias para irem ao ar. Agora vamos dar preferência para a veiculação na internet, a qualidade da edição não será a mesma (sorry.rs), mas vou conseguir dividir tudo com vcs no mesmo dia. Será só o tempo de chegar no hotel para publicar os vídeos que faremos por lá. Melhor, né? Essa semana ainda nosso Catarina.tv entrará no ar, onde vcs encontrarão TODAS as matérias produzidas por nós. Mega prático. Vcs vão adorar!!!

 

premiere

 

(foto de um ano atrás, na Première Vision)

 

torre 

 

(gravando cabeça para o programa)

 


 


 

 

 



Burberry volta para semana de moda britânica.

burberry


Adorei encontrar essa notícia na minha caixa de email hoje pela manhã, já que na próxima temporada devo voltar a cobrir a London Fashion Week. Quando optamos em ir para Barcelona fazer o especial da moda catalã, tivemos que abrir mão de Londres, mas confesso que senti muita falta…

 

 

British Fashion Council Welcomes Burberry back to London Fashion Week

The British Fashion Council (BFC) today confirmed that Burberry will show its main

collection Prorsum at London Fashion Week this September. The BFC is delighted that

Burberry’s move to London coincides with its 25th anniversary celebration (25 years of

the British Fashion Council, London Fashion Week and the British Fashion Awards) and

the move of London Fashion Week to its new home at Somerset House.

Harold Tillman, Chairman of the British Fashion Council, said “Burberry

is quintessentially British, a leading heritage brand, a global success and we are

delighted they are joining London Fashion Week to celebrate 25 Years of British

Fashion. This September will see London Fashion Week moving to Somerset House

and showcasing the best of British talent: iconic, established and new, and Burberry

joining us is a fitting tribute to 25 years of creativity in London”.

Commenting on the move Christopher Bailey, Creative Director of Burberry, said

London is our home – it’s the heart of this global luxury brand and the centre of all our

creativity. We are so excited to be showing during London Fashion Week and

particularly to be part of its historic 25th anniversary. We are incredibly proud of our

Britishness and this is really a wonderful opportunity to celebrate that in our home city.”

London Fashion Week will take place from 18th – 22nd September at its new cultural

home Somerset House. The move to a more centrally located and iconic venue is part of

the council’s 25 year celebrations. More names returning to the London Catwalks are

expected shortly, including a key British designer which will be announced early next

week.

 


Estilistas londrinos em Paris – Vídeos

 

Amo essa pauta que fizemos, o showroom em Paris que comemorava os 25 anos da London Fashion Week, cheio de novos talentos da moda. Ah, tem brasileiro no meio dos jovens estilistas… Assiste que vc vai adorar também!

 

 


London Fashion Week (refresh 2)

 

 

 

 

 

 

 

 


London Fashion Week (refresh)

 

 

 

 


Ana Sekularac – London Fashion Week

Estou impressionada com a competência das assessorias de imprensa internacionais. Práticos, respondem aos emails rapidamente e o melhor de tudo, a simplicidade e simpatia que tratam veículos internacionais é exemplar. Muito diferente de muitas assessorias daqui do Brasil, principalmente durante SPFW.

 

Hoje recebi o email da Viola, assessora da estilista britânica Ana Sekularac, que tem a  entrevista que fiz com ela na edição da Catarina que está nas bancas. Viola recebeu seu exemplar da Catarina e adorou. Veja o email:

 

Dear Patricia,

 

thank you for sending us the feature in Catarina – it is excellent and Ana would like you to  know that she is very happy with the interview.

 

We are now in full preparations for Ana ‘s upcoming Spring Summer 2009 fashion show – if you are coming to London Fashion Week – you are cordially invited to attend the event – please see attached electronic invitation for your information. Otherwise, please stay in touch and keep us up-to-date about your upcoming projects.

 

Best wishes,

 

Viola

ANA SEKULARAC PRESS OFFICE

 

 

 

E não é so a Viola que é gentil dessa maneira, todos são muito receptivos. Bem, com certeza estaremos (eu, Bia e Grazi) lá no desfile da Ana no dia 16 de setembro. E se vc não leu a entrevista com a estilista nessa edição da Catarina, agora você lê aqui.

 

 

 

Ana Sekularac

 

 Com trinta e quatro anos, a britânica Ana Sekularac tem em seu currículo uma trajetória de dar inveja. Em 1993, participou do concurso Ford Supermodel, logo foi contratada por uma grande agência de modelos. A carreira como modelo foi próspera e Ana chegou a trabalhar para Gianfranco Ferre e Miu Miu. A designer estudou em Milão no prestigiado Instituto Marangoni, foi escolhida para New Generations Show da Milan Fashion Week e ainda se tornou assistente do editor da revista Italiana Cosmopolitan. Quando voltou a Londres estudou na London College of Fashion, enquanto trabalhava no Daily Telegraph Fashion Desk. E foi em fevereiro de 2007 que desfilou a primeira coleção de sua marca no London Fashion Week. E em tão pouco tempo a estilista já virou a queridinha das celebridades.

 

Ana, você teve experiências em diferentes áreas, quando você percebeu que você realmente queria ser estilista/ designer? 
Eu sempre soube que eu queria ser designer lá no fundo do meu coração. No entanto, como não tinha ninguém na minha família envolvido no mundo da moda, foi uma viagem até chegar na realização do meu sonho. Além disso, tenho um profundo respeito pelos grandes estilistas, por isso aperfeiçoei muito meu trabalho e meu conhecimento, antes de lançar minha própria marca. Mas sei que todas as experiências que tive, foram importantes na minha vida. Proporcionaram uma melhor compreensão da moda, do design e da indústria, o que influencia muito meu trabalho e fez com que eu me tornasse a designer que sou.
 
Como você trabalha sua inspiração?
Eu combino um gênero com um determinado período histórico, como fiz na minha coleção Inverno 2008/09 “Matador Renascença”. Isto pode parecer contraditório, mas a primeiro me concentro nas características e conexões existentes entre elas, depois tiro o que há de mais forte em ambas e trago para o mundo de hoje. Outros aspectos importantes do meu trabalho estão na arquitetura e formas geométricas, em especial o triângulo, o formato que uso para criar a silhueta e detalhá-la.

Quais são os seus ícones da moda?
Jacqueline Bisset e Charlotte Rampling delicadas e naturais estilo, são mulheres independentes e fortes que fazer suas próprias escolhas. São passionais  e dedicadas. Natalie Portman e Christina Ricci, mentes livres, carismáticas e chiques. Tilda Swinton pela sua singularidade e pelo seu espírito misterioso, enigmático e expressão aristocrática.
 
Ana como aconteceu a parceria com Ilya frota (designer que assina os acessórios estruturados)?
Fomos apresentados por um amigo em comum, logo percebemos que partilhamos da mesma estética do artesanal. Ilya é um designer de acessórios em couro muito talentoso e foi responsável pelos acessórios da coleção Inverno 2008/09. São peças únicas, feitas à mão e esculpidas para se adaptar e completar minha coleção.


E a imagem da sua coleção, qual é?

Minhas criações são inspiradas na imagem da mulher forte, inteligente e apaixonada pela vida. A inspiração para o inverno 2008/09 veio do período Renascentista Italiano com o trabalho do pintor Fra Angélico (considerado o artista mais importante da época) com seu retrato da mulher angelical, porém forte e independente. Depois da criação, veio a seleção das peças que receberam as armações modernas, que deu a imagem de força e proteção para quem veste.


 

Como você trabalha os elementos em suas criações?
Desconstruí os elementos desse período histórico. E optei por formas geométricas, em especial o triângulo e pirâmide forma e em parte através da combinação de tecidos fluidos e estruturados. Como pode ser observado na minha coleção, onde tudo combina entre si como a lã delicada com a seda de organza ou ainda o algodão com chiffon seda pura. Todos estes elementos combinados criam a perfeita silhueta feminina. 


Qual é o seu grande sonho com a sua marca?
Sonho em vestir minhas atrizes favoritas, aquelas que citei anteriormente. Também quero introduzir a minha marca no Brasil e ainda apresentar a minha próxima coleção Primavera Verão 2009 durante LA Fashion Week. A longo prazo, sonho é apresentar minha coleção durante a Paris Fashion Week e me tornar um nome internacional como Christian Dior, Chanel ou Vivienne Westwood.

Que você deseja se comunicar com a sua marca?
Quero celebrar a força e sensibilidade, assim como a beleza interior da mulher e da silhueta do corpo feminino. Eu quero oferecer confiança, força e trazer a beleza que existe nelas.

Quando você cria a coleção, já pensa no efeito que terá na passarela?

Não. A minha inspiração e a coleção sempre vêm em primeiro lugar. Eu comparo cada coleção à uma orquestra, onde se tocarmos vários instrumentos diferentes individualmente, iremos desfrutar de cada música, mas apenas quando eles se reúnem todos os você pode apreciar e compreender a sinfonia completa e o público se torna parte do trabalho do maestro. A coleção/ desfile é praticamente isso.

Você conhece alguma coisa sobre a moda brasileira?
Conheço o trabalho de Alexandre Herchecovitch, assim como a Daslu, em São Paulo. Eu também tenho noção de que há uma força indústrial no Brasil. Antes de me esquecer, Dellal Alice, filha da socialite brasileira Andrea Dellal, desfilou na minha última  coleção em Londres, e eu realmente gostei seu espírito independente. Porque admiro o estilo único, forte, gracioso e feminino da mulher brasileira.