Campanha Anti- Pirataria de idéias

campanha_pirataria_cat21

 

 

(texto escrito e assinado por todos da equipe Catarina)

 

Pirataria de idéias, na nossa opinião, é crime. O pior que não assumir a cópia, é tentar fingir que é original e autentico. Nós aqui da Catarina e o Romeu, da U-Mag, resolvemos fazer essa campanha para protestar contra as cópias que estão acontecendo aqui em Santa Catarina. As mesmas pessoas que copiam a Catarina, copiam a U_mag do Romeu.

 

Nós nunca teríamos coragem de copiar o projeto gráfico de uma revista, muito menos no próprio estado. Copiar as pautas? Nossa, é necessário que isso aconteça mesmo? Será que essas pessoas tem preguiça de pensar?

 

Uma das revistas que existe aqui no estado é um espantalho, porque o projeto gráfico é todo quebrado. O Sumário era igual da L’Officiel, as chamadas igual a Vogue e o geral da diagramação era igual a Catarina. Ui, que medo!!! Tipo Frankenstein…rsrsrsrrs  E a outra é o clone da Catarina. O que é pior: Frankenstein ou clone?

 

E o nosso site tb foi clonadissimo, fundo preto com navegação horizontal, mal sabem eles que copiaram algo que para nós já é ultrapassado. Porque nosso site já está sendo reformulado e em breve entraremos com outro no ar. O bicho pega também quando vemos a cópia das tipologias usadas por nós na Catarina e quando não são as nossas, são do Romeu. Conversando com ele, acabamos dando risada da situação…

 

 

Como já dizia um grande amigo nosso, João Goldmeier: “ Prada e Louis Vuitton são copiadas no mundo todo, ninguém copia a bolsa do Zé da esquina. Vcs deveriam ficar felizes, porque quando chegam a ser copiados pelos outros, é porque viraram referência.”

 

A nossa conclusão disso tudo? O mercado é aberto e quanto mais iniciativas bacanas, melhor para todos. Quem nos conhece, sabe que pensamos assim de verdade. E… Podem copiar! Quanto mais copiam, mais evoluímos, né Romeu?Buscar o novo para nós não é sacrifício, nem é difícil. Pelo contrário, é o grande prazer do nosso trabalho.

 

E vc? Qual é a sua opinião sobre cópia de idéias?

 

 

 

 

 

12 Respostas

  1. quebra tudo, pati! Estou com você! Mas agora fiquei curiosa para saber quem fez essas cópias :) Conta pra nós, vai…

    16 de abril de 2009 às 10:29 pm

  2. Amanda Rito

    Eu sei de quem voces estão falando. Dou aula em um curso de moda em Blumenau e foi visivel a cópia. Mas par nós que acompanhamos o trabalho de vocês desde o inicio sabemos diferenciar muito bem uma coisa da outra.

    Parabéns pelo trabalho de vocês todos, acabei de ver essa revista do romeu que voces citaram e fiquei impressionada com a qualidade. Linda!

    17 de abril de 2009 às 1:16 pm

  3. transitoriamente

    Em um mundo “aberto”, inevitavelmente teremos que romper com qualquer fronteira de ineditismo puro. A própria filosofia clássica já propunha que na arte nada é de fato inédito. Algumas coisas serão parecidas com outras, é um fato, mas isso não quer dizer que se o seu vizinho sair com uma roupa igual a sua isso não cheire uma certa falta de personalidade, um “plágio” estético, caso não seja uma coinscidência “pura”, o que ninguém pode duvidar.
    Temos um mundo de possibilidades diversas na nossa frente, então a questão que a Patrícia levantou não me parece ser um problema de uma mera cópia, mas sim um problema de auto-estima. Cópia nesse caso é problema de saúde, de nada mais além.
    Antonio Rossa – Transitoriamente

    17 de abril de 2009 às 9:29 pm

  4. Andre Colzani

    Acho meio ironico vcs falarem deste assunto quando ao mesmo tempo a revista catarina apoira um evento que usa no anuncio imagens da banda glass candy que nem mesmo vai estar no evento..

    http://www.revistacatarina.com.br/portal/noticias.php?matID=341

    22 de abril de 2009 às 10:22 pm

    • Desirée

      Oi Andre, sou uma das responsáveis pela festa Vive la Fête e faço o mea culpa pelo uso equivocado da imagem da banda. Recebi a imagem de um amigo que disse que a imagem era livre de copyright e estou sabendo agora que é de uma banda. Vou ter mais cuidado da próxima vez. Valeu o toque e que fique claro que a revista não tem nenhuma responsabilidade nisso.

      23 de abril de 2009 às 5:12 pm

  5. André, apoiamos a iniciativa do evento sim. Mas não somos responsáveis pela arte do flyer de divulgação, nem pela organização da festa.

    Sobre o uso dessa imagem, vc deveria entrar em contato com a própria casa que cria essa arte. De qq maneira pode deixar que comentarei a sua observação com os organizadores da festa.

    23 de abril de 2009 às 12:43 am

  6. ai ai ai.

    pois então, andré, sou um dos organizadores da vive la fête com chá dançante e não sabia que essa imagem pertencia a banda glass candy. a pessoa que fez os cartazes me enviou o material assim. mas desde já prometo contatar a responspável e fazer outra arte. agora, isso, em nada muda o fato citado pelo pessoal da revista — e que tem indignado algumas pessoas que conhecem o que se deu. acho que não dá pra misturar as coisas, muito menos querer responsabilizar a revista por isso.

    o convido a aparecer na festa, tomar um drink e descobrir que, ao contrário de seu banner de divulgação, a vivi la fête é um dos eventos mais originais produzidos hoje em nossa região.

    abraço,
    mafra.

    23 de abril de 2009 às 1:59 am

  7. Joice

    gente que feio tudo isso… a catarina não precisaria estar fazendo essa apologia a não pirataria… há espaço p/ todos! Cada um na sua, fazendo o que acredita. pq ao invés disso não vcs não unam forças para todos crescerem? seria muito mais produtivo… santa catarina precisa tanto de tudo isso! e não de pessoas isoladas achando que estão sendo copiadas…

    cuidado com a arrogância… acaba parecendo insegurança…

    24 de abril de 2009 às 3:10 pm

  8. Cópia de idéias?

    Não esquenta, a concorrência melhora a qualidade do produto.

    Afinal, o que seria do Sol se ele não tivesse os planetas para iluminar? :)

    Bj!

    Diogo
    scandolara.com.br

    25 de abril de 2009 às 9:23 pm

  9. Juliana Calanca

    Quem é essa Joici? Ela escreveu sem conhecer a Catarina direito, como assinante sei que vocês trabalham com coletivo criativo e semrpe foram abertos a todos no mercado. Patricia, vocês aceitam colaboradores até aqui da Bahia, acho isso um arraso.

    Se ela se ofendeu pela campanha anti-pirataria da Catarina e da U-mag dessa maneira, deve copiar alguma coisa de alguém. kkkkk

    Infelizmente não estou em SC para saber mais sobre o mercado de vocês, só posso dizer que aqui em Salvador, a Catarina continua reinando na minha Universidade pela autenticidade.E estão muito certos em defender a idéia de vocês.

    Patricia, manda um beijo para toda a equipe e também para o Romeu, que é o máximo tb. A capa de vocês nessa edição está insuperável.

    26 de abril de 2009 às 10:09 pm

  10. Vitória

    Ops! Alguém quer se fazer de vítima?! Não estou entendendo… acho que levaram para o lado pessoal… Pelo que entendi, a Patrica falou em mercado aberto para todos, e pelo que sei, a Catarina já mostrou muita gente por ai…
    Não vejo nada de insegurança… aliás, entendo isso como um desabafo de quem realmente acredita no que faz!

    26 de abril de 2009 às 11:13 pm

  11. Pingback: pirataria é dê-mô-dê :P « ďē.$©☺.ŋک.tя.♂1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s