Rosa Chá em NY.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Acabei de receber da Press Pass, assessoria de imprensa da Rosa Chá:

 

“O temporal que desabou em Nova York não atrapalhou em nada a concorrida primeira fila do desfile da Rosa Chá. Estavam lá para prestigiar o estilista Amir Slama, Daniel Uzeda e Fernanda Barbosa, Ana Paula Junqueira e Eddie Irvine, Daniela Escobar, Tato Malzoni, Marcos Campos, Jacimar Silva, Didi e Fred Wagner, Isabela Prata e Idel Arcuschin, Patrícia Carta, Daniela Falcão, Cristiana Oliveira, Luiza Brunet, Hélio Calfat. Entre os estilistas que conferiram o desfile o estilista Alexandre Herchcovitch, Oscar Metsavaht e Valdemar Iódice.  E o todo-poderoso Giuliano Donini e Rafaela Donini, presidente do Grupo Marisol, estavam lá para conferir tudo de perto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A coleção:

“A arte contemporânea brasileira é a referência para a coleção Rosa Chá Verão 2009. O ponto de partida e a síntese da criação do estilista Amir Slama foi a obra abstrata – Preces – do artista plástico brasileiro, radicado na França, Gonçalo Ivo. Slama interpreta a pintura com precisão e originalidade, desmontando e remontando, manchando e misturando as cores e as formas para a construção das estampas.

O desfile começa monocromático, minimalista e gradualmente se torna bicolor buscando resgatar a profusão de listras. As formas herdadas e reinventadas do final dos anos 70 evoluem até chegarem a um novo romantismo, construído por rendas, babados, cristais Swarovski, recortes e novas estruturas. O cinto surge como uma listra e evolui em volumes trespassados ou afivelados, reorganizando a geometria do corpo por meio da silhueta.

O crepe garante a fluidez e o volume necessários para as formas amplas e os novos kaftans, enquanto a transparência do georgette de seda e do tule oferece sensualidade à mulher Rosa Chá. O tressê, uma rica mistura de couro, cria uma imagem geométrica a partir da trama. A paleta de cores é composta por branco, gesso, laranja, verde e marrom fumê. As formas ditam o ritmo das cores como uma brincadeira com as listras e os falsos manchados e tye dye.

A Rosa Chá propõe um verão de imagem forte para uma mulher contemporânea.”

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s