Liberdade de criação ou o briefing acima de tudo?

 

 

Preview Catarina 17º edição

 

 

 

Gente, só para vocês terem noção da próxima edição da Catarina, publiquei essa foto que faz parte do editorial clicado pelo óteeeemo fotógrafo Du Borsatto. Adoro o trabalho dele!!!

 

Mas resolvi trazer essa imagem para falar sobre a importância do briefing na construção de uma revista. Não só na construção de uma imagem, mas também de texto, afinal é essa união que forma o corpo editorial de uma revista, né?

 

Fiquei pensando na melhor maneira de trabalhar com o briefing desde ontem, quando eu e o Oliveros conversamos sobre esse tema. Ele colocou o lado de quem é pautado, o profissional que foi chamado para desenvolver determinado trabalho, e eu fiquei ali ouvindo e refletindo sobre o outro lado. Na verdade o meu lado, de quem pauta os profissionais, edita as informação e conta com o melhor de cada um na construção da publicação.

 

Como editor de moda da Playboy, o Oliveros disse seguir a risca o briefing que é passado a ele. Sim, ele é um grande profissional (aliás, a palestra dele foi elogiadíssima, entra lá no blog dele para ver o resumão). Mas pensa só como seria se fosse oferecida  total liberdade de criação para profissionais como ele. Acredito que os trabalhos seriam muito melhores.

 

É isso que tento fazer na Catarina através da liberdade dada aos nossos colaboradores. Acredito sempre no potencial de cada profissional, afinal se trabalho com a pessoa é porque acredito nela. Dou a direção a ser seguida no trabalho, traço a pauta e discutimos sempre o que é melhor. Acho que isso estimula quem trabalha e surpreende de maneira positiva a edição final. Graças a Deus sempre tive ótimas surpresas.

 

A minha parceria com o Du é um ótimo exemplo. Começo com a minha idéia original, descrevo a ele as pautas que virão na edição, dou a direção do editorial e depois confio no olhar, na experiência e talento dele. Se isso dá certo? Acredito que sim, é só dar uma olhada nessa foto acima. E você, o que acha?

 

 

 

 

 

7 Respostas

  1. Vincent

    Patricia, meu voto sempre vai para a liberdade de expressão.

    abçs hj e sempre
    Vicent

    20 de maio de 2008 às 11:24 pm

  2. Adri Silveira

    Liberdade de expressão sempre. ah se meu chefe pensasse assim…kkkkkk

    beijos e parabéns pelo blog

    20 de maio de 2008 às 11:26 pm

  3. The Cat Girl

    quem é a modelo na foto?

    20 de maio de 2008 às 11:27 pm

  4. Adorei o post! Super suspeito para falar…
    Mas é exatamente por isso que adoro a Catarina. Pela liberdade de expressão. Poucas são as revistas (e os editores) que depositam essa confiança em seus parceiros!
    Bjos querida!

    21 de maio de 2008 às 4:41 am

  5. A liberdade de expressão sempre, não estar limitada a algumas coisas e poder criar é a melhor coisa que tem.

    Dá uma olhadinha no blog o flyer da 11ª Semana de Moda – UNIASSELVI

    21 de maio de 2008 às 5:15 pm

  6. ai que vontade de ter ido! e que demais o seu relato, pati, amei! =)

    21 de maio de 2008 às 11:11 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s